Data de publicação: 18/05/2023

Medalha “Caridade na Esperança” 2023

Conselho Geral Internacional

Soberana Ordem de Malta recebe a Medalha “Caridade na Esperança” de 2023

A Medalha “Caridade na Esperança” foi criada em 2017 pelo Conselho Geral Internacional e tem por objetivo reconhecer pessoas ou instituições, católicas ou não, que tenham se destacado por seus esforços meritórios na busca da construção de um mundo melhor, ao “serviço da esperança”.

Desde a criação dessa comenda, a Sociedade de São Vicente de Paulo já entregou a Medalha “Caridade na Esperança” para o Rotary Club Internacional (2018), Escoteiros (2019), Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (2020), Serviço Jesuíta para os Refugiados (2021) e a Fraternidade sem Fronteiras (2022).

A Medalha de “Caridade na Esperança” está desenhada em metal com as seguintes características: a logomarca da SSVP ao centro; cinco pétalas, cada uma indicando uma das cinco virtudes vicentinas; cinco cruzes representando os cinco Mandamentos da Igreja; e dez pontos vermelhos significando os “Dez Mandamentos da Lei de Deus”. A fita é tricolor, com as cores da bandeira da França, onde nasceu a nossa Sociedade.

Em 2023, durante a Assembleia Geral da SSVP, a Medalha “Caridade na Esperança” será entregue, com muito orgulho, à SOBERANA ORDEM DE MALTA, pelos relevantes serviços de caridade prestados à humanidade. A missão da Ordem de Malta é “defender a dignidade humana e cuidar das pessoas necessitadas”, ou seja, muito parecida com a missão vicentina.

A Soberana Ordem de Malta nasceu no século XI e atualmente está presente em 120 países, cuidando dos mais necessitados por meio de serviços médicos, sociais e humanitários, focando nas pessoas excluídas e os mais esquecidos da sociedade civil. Uma das suas estratégias é atuar em regiões de conflitos armados e desastres naturais, ajudando os refugiados de guerra com remédios e outros benefícios. A entidade conta com numerosos hospitais, centros médicos e fundações especializadas.

Para os anos seguintes, os Conselhos Nacionais têm até o dia 30 de março para sugerirem ao Conselho Geral Internacional os nomes das pessoas ou das instituições que poderão ser premiadas com a concessão da Medalha “Caridade na Esperança”. Mais detalhes sobre as regras desta premiação estão disponíveis no site do Conselho Geral.