Data de publicação: 25/05/2023

SSVP assina acordo de cooperação institucional com a Ordem de Malta

Entidades em comum

Conforme orienta a Regra, o Conselho Geral tem buscado aproximar-se de organismos e instituições que possam, juntamente com a Sociedade de São Vicente de Paulo, empreender programas, projetos e iniciativas para melhorar a vida das pessoas mais necessitadas, e também para ampliar a profissionalização e a capacitação vicentina.

Já foram firmados os seguintes acordos nos últimos anos: Religiosos de São Vicente de Paulo (2019), Centro Internacional de Formação da Família Vicentina (2020), Missionários Leigos Vicentinos (2021), Depaul International (2022) e Fraternidade sem Fronteiras (2022).

Este ano, dentro da Assemblei Geral, será assinado um acordo de cooperação institucional entre a Sociedade de São Vicente de Paulo e a Soberana Ordem de Malta. O acordo com a Ordem de Malta é estratégico e essencial para as áreas de missão caritativa da nossa Sociedade. Como sabemos, a missão da Soberana Ordem de Malta é bastante similar à nossa; portanto, temos princípios comuns baseados na herança cristã, nos valores do Evangelho e na Doutrina Social da Igreja.

O teor do acordo prevê o intercâmbio de projetos em temas institucionais de interesse comum, utilizando a experiência de cada organização na missão de caridade. Além disso, o acordo engloba trabalhos colaborativos, treinamento e capacitação, arrecadação de fundos, projetos comuns e ações de voluntariado, direcionados para crianças, adolescentes, mulheres, idosos, sem-teto e refugiados.

A Ordem de Malta nasceu no século XI e atualmente está presente em 120 países, cuidando dos mais necessitados por meio de serviços médicos, sociais e humanitários, focando nas pessoas excluídas e os mais esquecidos da sociedade civil. Uma das suas estratégias é atuar em regiões de conflitos armados e desastres naturais, ajudando os refugiados de guerra com remédios e outros benefícios. A entidade conta com numerosos hospitais, centros médicos e fundações especializadas.

Os Conselhos Nacionais podem sugerir, até o dia 30 de março de cada ano, os nomes das instituições que poderão ser alvo de futuros acordos com a nossa Sociedade. O acordo com a Ordem de Malta, assim como os anteriores, encontra-se disponível no site do Conselho Geral. 

Para que esses acordos internacionais de cooperação institucional tenham efetividade, precisam ser assinados nacionalmente. Recomendamos que os Conselhos Nacionais façam contato com a Ordem de Malta em cada território vicentino para esta finalidade, respeitando a autonomia de cada ente.